Ser ou não ser do sul?

17 01 2010

Não sei ao certo como isso começou, mas desde que me entendo por gente tenho esse sentimento especial pelo sul. Embora eu tenha nascido no Paraná, a região onde vivi (na fronteira com Santa Catarina) foi colonizada essencialmente por gaúchos, portanto, meu amor por cada um desses três estados é o mesmo.

Talvez eu seja um pouco bairrista, mas acho pouco provável que uma pessoa que realmente ame a sua terra não seja. O separatismo é um sentimento bastante forte por aqui e, confesso, já concordei com a idéia. Mudei de opinião depois de conhecer a fundo a história do nosso país, mas dificilmente alguém vai me fazer deixar de ter Bento Gonçalves como um dos meus maiores heróis (sem levar em consideração o Batman, o Homem-Aranha e os Cavaleiros do Zodíaco, claro).

Nos últimos 30 dias estive perambulando pelo Rio Grande do Sul e por Santa Catarina e pude, além de rever, conhecer vários lugares incríveis desses dois estados. Durante a semana vou tentar colocar aqui tudo o que eu vi e que me chamou a atenção, assim, se alguém pretende vir ao sul algum dia, terá uma idéia (meio tendenciosa, é verdade) do que poderá encontrar.





Ser ou não ser descoberto?

26 11 2009

Testosterona

Segunda-feira. Tinha acabado de chegar na sala de aula e minha amiga queria saber sobre o guri com quem eu havia saído no final de semana:

–  Me conte! Me conte! Me conte!

– Agora não, todo mundo aqui, alguém pode ouvir. (viado enrustido é foda…)

– Mas daqui a pouco o professor já vai chegar… E no intervalo vai ter ainda mais gente… Eu pergunto e você responde! Pode ser? (fazendo cara de “por favor! Por favor! Por favor!”)

– Cuidado com o que você vai perguntar!

– Bonita?

– Muito!

– Alta ou baixa?

– 1,70m, mais ou menos.

– Gorda ou magra?

– Normal. Faz musculação, tá em forma.

– Cor dos olhos?

– Azuis.

– Aiiinn… Deve ser bem bonita mesmo! Cabelo curto ou comprido? (tava se empolgando)

– Curto.

– Com barba ou sem barba? (se empolgou)