Ser ou não ser especial?

31 10 2009

TatiO post de hoje é um post “baba ovo”, “paga pau” e cheio de outras expressões que indicam que eu tô colocando alguém no pedestal mais alto. Mas… Para que ninguém fique achando que eu tô fugindo da minha função de viadinho do blog, vou tentar contextualizar…

Existe uma verdade universal que diz que todo gay precisa de uma melhor amiga. Fato! Gays que não têm uma melhor amiga são chatos e sem noção. É verdade que ao longo da nossa odisséia muitas gurias vêm e vão… Todas sempre muito importantes e com direito a um pedestal bem bonito e ornamentado. E a primeira delas, assim como nosso primeiro amor, não pode deixar de ter um destaque especial. Logo que eu descobri que preferir olhar para os guris ao invés de olhar para as gurias era algo de caráter irrevogável (já contei a história aqui) eu pensei que estaria tudo bem se eu nunca contasse a ninguém… Eu só não achei q seria tão difícil não contar a ninguém… Outra verdade universal é que nós todos precisamos de alguém pra ouvir nossas lamúrias. Consegui ficar dois anos sem falar sobre isso e nesse tempo eu conversava com uma guria que eu conheci de maneira inusitada e que era uma figurinha muito divertida. Eu já estava decidido de que se algum dia eu fosse contar a alguém sobre o meu “desvio” seria pra ela e, quando ela me disse que tinha um segredo bem sério pra me contar eu respondi a ela que eu também tinha um. Fizemos uma troca… Mas o segredo dela nem era tão sério assim… Ok, na época era… Não vou contar pra vocês porque eu prometi que nunca contaria a ninguém (sorry, é nosso acordo!). A reação dela foi melhor do que eu imaginava: “Não posso mentir pra você, não entendo muito sobre isso, mas prometo que vou fazer de tudo pra entender. Apenas lembre de que tudo que a gente faz e sente é da nossa natureza, então, relaxa. E eu sempre vou apoiar você.”

Depois disso eu não tinha mais dúvidas do quanto essa guria era especial pra mim. E ela realmente fez e faz diferença! Ela é aquele tipo de pessoa que quando coloca uma coisa na cabeça não sossega enquanto não vê tudo realizado, faz mil coisas ao mesmo tempo, ta sempre tendo idéias revolucionarias (e não tão revolucionárias assim), consegue ver o lado positivo de tudo, (mas gosta de dar ênfase ao lado negativo porque se ninguém reclamar as coisas nunca vão mudar), consegue fazer as pessoas rirem mesmo sem contar piada (algumas coisas só acontecem na vida dela!), tem muuuuita sorte (porque apesar de todo o talento pra arranjar cafajestes ela arrumou um marido honesto e trabalhador que, apesar de não lavar copos, se prontifica a fazer alguns serviços domésticos). Ela também é meio neurótica (a noite de domingo em que ela cismou que tava grávida…).E é Flamenguista… Mas não vamos prestar atenção em pequenos defeitinhos, né?

Eu sei, eu sei, estão todos querendo uma amiga assim, né? Eu sou bem ciumento e egoísta, por mim eu não dividiria ela com ninguém, mas hoje estou generoso, então, se quiserem conhece-la melhor, é só clicar aqui ou aqui (mas vou logo avisando que o amigo gay dela sou eu e não aceito concorrência!). E aproveitem pra desejar a ela um FELIZ ANIVERSÁRIO!

Anúncios

Ações

Information

6 responses

31 10 2009
Neide

!

4 11 2009
tatyseixas

Ahhhhh!!! O melhor presente que eu ganhei de aniversário foi esse post! Léo, vc é o melhor amigo (gay ou não) que alguém pode ter!

Depois de um dia cansativo sem nem tempo de olhar pro lado, quem dirá navegar pela internet, chegar em casa e dar uma ishpiadinha no blog foi a coisa mais reconfortante do muuundo!

A única coisa que me deixa triste é não poder entrar correndo na sua casa e te dar aquele abraço de agradecimento!

Te amo, miguinho!!!

PS: Sou mesmo uma pessoa de muita sorte: tenho você na minha vida!

12 11 2009
luci

cheguei aqui… nao sei como, acho que pelo blog da amanda. ou algum outro que tenha link no blog dela. li alguns posts e adorei! sinto que vou voltar muito aqui, gostei da forma de você escrever. eh leve e sincera.

parabens pelo blog!

13 11 2009
tatyseixas

Seja bem-vinda, Luci!

Espero que continue gostando da nossa destilaria de venenos virtual.

Um beijão venenoso.

13 11 2009
Leonardo

Faço minhas as palavras da Tati! ^^
O seu Blog eu descobri há algum tempo através do blog da Amanda e sempre dou uma olhadinha. Tenho semi-inveja de vocês que moram na Europa…

13 11 2009
Coluna ‘Enfim, sós’ – O apagão divino « Blog Destilando Veneno…

[…] como sempre, é da ‘mardita’ rotina corrida que nem me deu trégua para agradecer propriamente o melhor presente de aniversário que eu ganhei em muito tempo…   Pra vocês terem uma ideia, foi necessário faltar luz em […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: